terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Perlutan: Prós e Contras.



   Perlutan, o injetável mais utilizado entre travestis e transexuais, irei abordar um pouco sobre ele, pontos positivos e cuidados na administração.
  Eu sempre fiz uso da Perlutan desde o começo da minha transição e não tenho o que reclamar, pois só me fez bem até agora, importante ressaltar que no Brasil não temos injetável apenas de Estradiol então temos que nos virar com o que temos aqui, pois bem eu acredito que a Perlutan ajuda muito na transição se for bem administrada.

  Já sabemos que é o Estradiol que nos feminiliza, sabemos também que para uma boa terapia hormonal devemos administrar um Antiandrógeno + Estradiol para quem quer uma feminilização 100%, e a Progesterona ou Progestinas (progestogênios) o que são?


  Progesterona é o segundo hormônio feminino , na mulher ele age preparando o corpo para gravidez e amamentação e também na libido.
  Pois bem meninas, como nós travestis e transexuais não temos útero ou seja não podemos engravidar rsrsrs o uso da Progesterona  é útil ou não? Isso dependo pois a Progesterona ou o Progestogênio pode ser: Antiandrogênico (Acetato de Ciproterona) Androgênico (Medroxiprogesterona) ou Nenhum e nem Outro (Algestona Acetofinada da Perlutan)


  Para as meninas que não querem usar um antiandrógeno pode optar pela Perlutan, pois a progesterona  contida nela ajuda a baixar a testosterona em alguns casos se for administrada a cada 15 dias ou a cada 21 dias e mais 2 comprimidos de Estradiol (17-beta Estradiol ou Valerato de Estradiol)

  Perlutan também ajuda na libido, algestona acetofinada é uma progestina e as progestinas ajudam na nosso libido, se for administrado por mês é um ótimo viagra hahaha. 

  A Perlutan libera uma quantidade grande de Estradiol na primeira semana, depois ela libera muito pouco Estradiol e mais Progesterona.


  Se não for bem administrada a Perlutan pode causar trombose, pode deixar seu nível de prolactina alto e assim ferrando sua hipófise, retém muito líquido e incha bastante ( engorda horrores rsrs) além de atrapalhar sua terapia hormonal, invés de você feminilizar pode masculinizar e isso não é bom. o.O


  Por isso bato na tecla que o melhor é adminstrar a Perlutan mensal, assim você não sobrecarrega seu organismo pois esse injetável foi feito para ser tomado mensalmente, então sem exageros meninas o correto é: Antiandrógeno + Estradiol. Só tomar Perlutan ou outro injetável se seus níveis de estradiol estiverem baixos ou para ajudar a dar um Up na transição, sobre taxas hormonais na terapia MtF irei abordar em outra postagem.




sexta-feira, 20 de julho de 2012

Dietas Hormonais

Abaixo algumas dietas hormonais utilizadas por muitas meninas, lembre-se em procurar sempre auxílio médico, pois somente um médico saberá oque será melhor para você.

                                                   
                    
                                               Dica 1:


- 25mg / 50mg Androcur (Acetato de Ciproterona) ou 100 à 150mg Espironolactona + 2 mg Finasterida.


- 4mg Climene/Elamax ( Valerato de Estradiol) ou 2mg  Natifa/Estrelle ( 17 beta- Estradiol micronizado)


- 1 Perlutan mensal.



( Esquema mais usado pois a Ciproterona vai diminuir a testosterona, 4mg Estradiol para transformação do corpo e apenas 1 Perlutan por mês, a Perlutan vai ajudar dando um Up feminilização.)


* Lembre-se, se for usar os comprimidos de fracionar ou seja tomar 2mg de manhã e 2mg a noite, 1 comprimido a cada 12 horas se escolher o Climene ou Elamax. No caso do Nataifa ou Estrelle pode-se tomar por via sublingual, colocando o comprimido de baixo da língua e deixar dissolver por completo, assim o estradiol é melhor absorvido pois entra direto na corrente sanguinea ou toma-lo com água. ( se for tomar com agua tomar 2comp de manhã e 2 a noite)

_______________________________________________________________

                                             

                                                  Dica 2:


- 25mg / 50mg Androcur  ( Acetato de Ciproterona) ou 100 à 150mg Espironolactona + 2mg Finasterida.



- 6mg Climene/Elamax ( Valerato de Estradiol) ou 2mg à 3mg Natifa/Estrelle (17-beta Estradiol micronizado) sublingual.


* Esquema para as meninas que não querem tomar a Perlutan por algum motivo, acrescenta-se na dieta mais 2 mg de Estradiol e fracionar a cada 8 horas, ou seja 2mg de manhã, tarde e a noite.
________________________________________________________________


      
                                                Dica 3:


- 25mg / 50mg Androcur ( Acetato de Ciproterona) ou 100 à 150mg Espironolactona + 2mg Finasterida.



- 1 Perlutan a cada 21 dias.



- 2mg de Climene/Elamax ( Valerato de Estradiol) ou 2mg Natifa/Estrelle ( 17-beta Estradiol micronizado.


* Deve-se ter cuidado nessa dieta pois muito hormônio pode causar muitos problemas entre ela a prolactina elevada, eu prefiro administrar a Perlutan por mês mas se você eleger essa dieta, você deve seguir a risca e tomar a perlutan a cada 21 dias e apenas um unico comprimido de Valerato de Estradiol e nada mais. No caso de optar pelo Natifa ou Estrelle ingerir com água e não deve ser tomado por via sublingual para evitar que a prolactina fique muito alta.

_______________________________________________________________

                                                Dica 4:


- 25mg / 50mg Androcur (Acetato de Ciproterona) ou  100 à 150mg de Espironolactona + 2mg de Finasterida.

- 2 comprimidos de Diane 35 ou 3 comprimidos de Premarin (1,25mg)


- AAS infantil 100mg  por dia.


* Para quem vai eleger o EtinilEstradiol na dieta deve-se tomar muito cuidado pois os riscos são grandes. O AAS infantil vai diminuir os riscos do Etinil no corpo.

________________________________________________________________


No caso das travestis as dietas são as mesmas, porém muitas travestis não tomam o antiandrógeno para não perder a libido e ereção ou simplesmente tomam uma quantidade menor de antiandrógeno. A seguir dietas parecidas mas apenas você poderá avaliar qual será a melhor dieta, por exemplo, se perceber que não esta conseguindo ter ereção e a libido esta muito baixa certamente aquela não é uma boa dieta para você.

                                                    Dica 1:


- 12,5 Androcur ( Acetato de Ciproterona) *opcional



- 2mg Climene/ Elamax ou 2mg Natifa/ Estrelle.



- 1 perlutan mensal.



* O antiandrógeno pode ser substituido pela Espironolactona  50mg, mas acredito que o Androcur seja melhor pois é mais potente para uma boa feminilização, no caso da Ciproterona se optar a tomar nesse esquema deve tomar  1/4 de um comprimido de 50mg ou seja dividir o comprimido em 4 e tomar diária mente 12,5 assim será uma quantidade pequena de antiandrógeno, vai ajudar na feminilização pois o nivel de testosterona irá diminuir e o Estradiol vai agir melhor. Se você quiser também pode excluir a perlutan e no lugar administrar mais 2mg de estradiol, na minha opinião será ainda mais segura para sua saúde, já que nessa caso utiliza-se o antiandrógeno.

________________________________________________________________


                                                       Dica 2:

- 1 Perlutan a cada 21 dias



- 2 mg Climene/Elamax ou Natifa/Estrelle



* Este esquema dispensa totalmente o uso de um antiandrógeno pois a progesterona contida na Perlutan em "alguns casos" baixa o nível de testosterona e se consegue uma boa feminilização com este esquema.

________________________________________________________________


                                                           Dica 3:


- 2 comprimidos de Diane 35



- AAS infantil 100mg



* Mesmos cuidados devem ser tomados na Dica 4, lá em cima.


Estes esquemas foram de estudos que eu fiz no decorrer de minha transição e somente um médico poderá dizer oque será bom para você.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Terapia Hormonal para Transexuais



Para uma boa terapia hormonal é usado: Estrogênio (reponsável pelas características secundárias femininas, tais como: redistribuição de gordura, clareamento da pele, tornando-a mais fina, lisa e sensível ao toque.

Progesterona / Progestogênio: ( responsável pela maturação da glândula mamária, a quem diga que ajuda na prevenção do câncer de mama , porém não há estudos definidos sobre o uso em transexuais.

Antiandrógeno: (responsável pela diminuição ou eliminação da testosterona, é importante o uso do antiandrógeno na dieta hormonal para que o estrogênio aja melhor.)


No mercado há inúmeros medicamentos contendo em sua formula o Estrogênio, são eles: 17-beta Estradiol, Valerato de Estradiol, EtinilEstradiol, Estrogênios Conjugados, Enantato de estradiol e etc...


17-beta Estradiol micronizado: Hormônio bioidêntico ao produzido nos ovários das mulheres, um dos hormônios mais utilizados por transexuais do mundo todo, podendo ser administrado por via sublingual ou  ingerindo com água, um potente hormônio feminino para quem busca uma boa feminilização.

Temos hoje  no Brasil os seguintes medicamentos 17-beta Estradiol micronizado: Natifa e Estrelle, ambos com 1mg de Estradiol.

.

Valerato de Estradiol: É um pró-fármaco do 17-beta Estradiol humano ou seja, ele não é classificado como estradiol natural humano, mas quando é metabolizado pelo organismo torna-se  parecido com o hormônio natural humano, Valerato de Estradiol é 40% menos potente que o 17-beta Estradiol micronizado.

Medicamentos que contém em sua fórmula Valerato de Estradiol: Climene e Elamax, com 2mg de Valerato de Estradiol e 1mg de Acetato de Ciproterona.





EtinilEstradiol: Estrogênio sintético e mais potente na feminilização, cuidados devem ser tomado se optar pelo Etinil,por exemplo não fumar e não administrar o etinil com nenhum outro hormônio seja ele comprimido ou injetável.


Medicamentos que em sua fórmula contém EtinilEstradiol: Diane 35 e similares (Selene,Tess entre outros.) cada drágea contém: 2,0 mg de acetato de ciproterona e 0,035 mg de etinilestradiol .





Estrogênios Conjugados: Estrogênio obtido da urina das éguas prenhas. Premarin é o nome do medicamento que contém em sua fórmula Estrogênios Conjugados, os mesmos cuidados devem ser tomados igual ao Etinil na administração dos Estrogênios Conjugados.








Enantato de estradiol: Anticoncepcional injetável que contém um sua fórmula  acetofenido de algestona 150mg (progestogênio) 17-enantato de estradiol 10 mg ( estrogênio) importante o uso do injetável pois ele tem apenas uma passagem pelo fígado e assim minimizando os efeitos colaterais e garantindo uma melhor ação.


O injetável mais usado entre transexuais e travestis é a  Perlutan, cada ampola de 1 ml contém: acetofenido de algestona (diidroxiprogesterona) 150 mg; 17-enantato de estradiol 10 mg












                                   Antiandrógeno:


Androcur (acetato de ciproterona) Um potente antiandrógeno que bloqueia o hormonio masculino ( testosterona) e assim permitindo que o hormonio feminino ( estrogênio) aja melhor. O androcur (acetato de ciproterona)  bloqueia a testosterona  que causa nos homens a calvície e outras características segundárias masculina.


Acetato de Ciproterona é o genérico do Androcur e ambos com 50mg e 100mg o antiandrógeno mais utilizado entre Travestis e Transsexuais.






Espironolactona ( Aldactone) + Finasterida: Espironolactona é um diurético poupador de potássio e previne que os niveis de potássio fiquem muito baixos. A Espironolactona é utilizada também para outros fins tais como no caso de transsexuais Masculino para Feminino como antiandrógeno.
 
Finasterida: é um medicamento antiandrógeno inibidor da 5-alfarredutase, a enzima que converte a testosterona em di-hidrotestosterona. Usado para tratar calvície em homens.
 
 



Este é apenas um texto  explicativo, é importante acompanhamento médico pois cada organismo reage de um jeito diferente com esses medicamentos, o que pode ser bom para mim, não será para você.